CORRETORA DE SEGURO DE CARGA

Seguro transporte
do embarque à entrega

Importação, exportação ou transporte nacional. Seguro RCTR C, Seguro RCF DC. Simule grátis.

A partir de R$ 300,00 por mês
ilustra-o-carga-1

Eu preciso de um seguro de carga?

Se você não tem certeza se precisa do seguro transporte de carga, pergunte a si mesmo se seria capaz de cobrir o custo de substituir as mercadorias caso elas fossem perdidas ou danificadas durante o transporte.

Então, se você é um empreendedor ou se seu negócio é transportar produtos para clientes brasileiros ou estrangeiros, e não estiver disposto a assumir um prejuízo por danos ou perdas, você precisa contratar o seguro de carga para se proteger.

ilustra-o-carga-1

Quem pode contratar o seguro de carga?

O dono da mercadoria, conhecido como embarcador, e o transportador podem contratar o seguro de transporte online em qualquer modalidade, seja aéreo, marítimo, rodoviário, ferroviário ou multimodal. Se você quiser ajuda sobre como saber se o seguro de carga é para você, entre em contato com a gente.

Transportador

Embarcador, também conhecido como o dono da mercadoria

Importadores e exportadores de bens e mercadorias

Operadores logísticos

Quais são as formas de contratar o seguro de carga?

Apólice mensal

A apólice por averbação, conhecida como apólice mensal ou múltiplos embarques, são utilizadas por empresas que realizam vários embarques mensais.

Apólice avulsa

O seguro de carga avulso ou de embarque único, é destinado a empresas que realizam transporte esporádico de mercadorias.

Principais coberturas do seguro de carga da Mutuus

rctrc-acidente-avaria-seguro-de-carga-mutuus-seguros

Cobertura de acidentes e avarias

salvaguarda-seguro-de-carga-mutuus-seguros

Despesas na defesa, salvaguarda, recuperação e minimização das perdas e danos

rcfdc-roubo-seguro-de-carga-mutuus-seguros

Cobertura de roubo, inclusive no depósito, embarcado ou não no veículo

despesas-frete-seguro-de-carga-mutuus-seguros

Coberturas adicionais de frete, despesas, lucros esperados e tributos

limpeza-de-pista-seguro-de-carga-mutuus-seguros

Limpeza e desobstrução da pista + Responsabilidade Civil Ambiental

Cobertura de acidentes e avarias

Despesas na defesa, salvaguarda, recuperação e minimização das perdas e danos

Cobertura de roubo, inclusive no depósito, embarcado ou não no veículo

Coberturas adicionais de frete, despesas, lucros esperados e tributos

Limpeza e desobstrução da pista + Responsabilidade Civil Ambiental

Por que escolher o seguro de carga da Mutuus?

Sabemos que seu tempo e sua carga vale muito. Por isso, nos esforçamos para garantir que todo o trabalho pesado fique conosco, deixando seu tempo livre para você cuidar dos seus negócios. Nós criamos uma solução que simplifica e facilita as decisões de seu seguro de transporte. Tornamos o processo de cotar seguro, fácil, moderno e transparente.


Com ajuda da tecnologia, oferecemos uma plataforma de cálculo e gestão de seguros integrada com as melhores seguradoras do mercado, com total transparência, e você ainda conta com:

Apólices a partir de R$ 300,00 ao mês

Para a apólice mensal, com primeiro pagamento em até 60 dias da contratação.

Certificado online para liberação da carga

Para o embarque único.

Consulta gratuita

Equipe especialista em seguro de carga

Soluções sob medida para o seu negócio

100%

de avaliações 5 estrelas do Google

R$ 300

apólices a partir de R$ 300,00 por mês

+1.200

clientes, em todos os estados do Brasil

1 minuto

é o tempo que você leva para obter a cotação do seu seguro de carga

Nossas principais seguradoras de carga

credibilidade que gera confiança

site-blindado@2x
google-safe-browsing@2x
google-5-star@2x
compra-segura
cfp@2x
fenacor@2x
site-blindado
google-safe-browsing
google-5-star
compra-segura
cfp
fenacor

como contratar

Veja como é fácil proteger a sua carga

1

preencha o questionário online

Quanto mais informações você preencher, mais agilidade e descontos conseguiremos na sua cotação de seguro.

2

receba cotações de seguro

Você receberá em seu e-mail e WhatsApp cotações das principais seguradoras de carga do mercado.

3

contrate seu seguro online

Analise as cotações enviadas e faça sua escolha. A efetivação do seguro de carga é online e você recebe o certificado

4

embarque suas mercadorias

Sua carga já está protegida e liberada para o embarque. Sua apólice de seguro de carga será enviada por e-mail em alguns dias.

1
2
3
4

preencha o questionário online

Quanto mais informações você preencher, mais agilidade e descontos conseguiremos na sua cotação de seguro.

receba cotações de seguro

Você receberá em seu e-mail e WhatsApp cotações das principais seguradoras de carga do mercado.

contrate seu seguro online

Analise as cotações enviadas e faça sua escolha. A efetivação do seguro de carga é online e você recebe o certificado

embarque suas mercadorias

Sua carga já está protegida e liberada para o embarque. Sua apólice de seguro de carga será enviada por e-mail em alguns dias.

Acionar o seguro de carga da Mutuus é tão fácil quanto contratar

Caso algum problema aconteça durante sua viagem, nossos especialistas estarão de plantão para te auxiliar. O sinistro do seguro de carga, deve ser formalizado o mais breve possível, nos canais de atendimento informados em sua apólice, ou utilizando nossos sistema.

ilustra-acionar
ilustra-acionar

Mais de 1.200 clientes de todo o Brasil confiam na Mutuus Seguros.

Mais de 1.200 clientes de todo o Brasil confiam na Mutuus Seguros.

A Mutuus atua no mercado com responsabilidade e possui uma equipe qualificada e experiente.
Caroline Maciel
Corretora séria, com ótimo atendimento e entende o que é importante para o cliente!
Bruno Reis
CEO Ali Crédito
Excelente atendimento, presteza na solução dos problemas. Empresa seria e colaboradores competentes!
Vania Batista
A equipe de trabalho da Mutuus, que sempre interagiu nas questões levantadas, direcionando para a solução rápida e eficaz dos problemas que surgiram nesse tempo que estamos trabalhando juntos. Considero uma parceria ideal, adequada, e necessária, me sinto confortável e mais disponível para “tocar “ o meu negócio.
Sandro
Transportadora Ciclone
A Mutuus é uma empresa com profissionais diferenciados dentro do mercado de seguros. Primam pela ética, compromisso com seus clientes e demonstram interesse em resolver as situações de forma rápida e muito personalizada. Estamos muito satisfeitos com a parceria estabelecida junto à Mutuus.
Cristiane Cunha
AEOROMOT
Equipe dedicada e profissional!
Jackson Huzar Novakowiski

Perguntas frequentes

O seguro de carga ou seguro de transporte é uma categoria de seguros que garante ao contratante o pagamento de indenizações por danos à carga durante viagens. O serviço pode indenizar prejuízos ocorridos em movimentações terrestres, aéreas ou marítimas, em território nacional ou internacional. O seu objetivo é proteger de eventuais perdas as empresas que atuam no transporte de bens e mercadorias.

O seguro de carga é um serviço ofertado por uma companhia seguradora e contratado por embarcadores ou transportadores. No primeiro caso, a apólice protegerá, em via de regra, o proprietário de uma mercadoria. No segundo, o segurado será a empresa responsável pelo deslocamento da carga.

O valor do seguro de carga é baseado em diferentes fatores. Entre eles, o veículo de transporte, o destino da carga, os tipos e o período de cobertura, a natureza do carregamento etc. Para chegar ao preço do seguro, multiplica-se o valor da carga transportada pela taxa do seguro definida em tabela e soma-se ao resultado o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF).

Uma das modalidades de contratação do seguro de carga é a “Carga avulsa” ou “Embarque único”. Aqui, a apólice tem validade para uma única viagem e é indicada para autônomos que farão apenas um embarque. Para contratá-lo, o embarcador deve entrar em contato com uma corretora de seguros e fornecer informações sobre a carga e o transporte.

Os seguros de carga de Apólice mensal, Apólice aberta ou Embarque múltiplo são recomendados para quem realiza transportes de carga com alta frequência. Nessa modalidade, é necessário que se faça a averbação de todas as viagens, com informações sobre a mercadoria e o frete. A sua contratação deve ser feita por meio de uma corretora de seguros, com indicação do número de viagens mensais, tipo de carregamento, valor médio transportado, origem e destino do transporte.

Existem dois tipos de seguros de carga para embarcadores:

  • Seguro de Carga Transporte Nacional;
  • Seguro de Carga Transporte Internacional. 

Já para transportadores, o número é maior: 

  • Seguro de Carga RCTR C (Seguro de responsabilidade civil do transportador rodoviário de carga);
  • Seguro de Carga RCF DC (Seguro de responsabilidade civil facultativo — Desaparecimento de carga); 
  • Seguro de Carga RCTR VI (Seguro de responsabilidade civil do transportador rodoviário — Viagens internacionais);
  • Seguro de Carga RCTF C (Seguro de responsabilidade civil do transportador ferroviário);
  • Seguro de Carga RCTA C (Seguro de responsabilidade civil do transportador aéreo);
  • Seguro de Carga RCA C (Seguro de responsabilidade civil do armador — Carga). 

As coberturas do seguro de carga do transportador variam conforme a apólice contratada e podem incluir acidente, roubo, avaria e limpeza da pista. Ainda, é possível contratar coberturas especiais, de acordo com a natureza da carga e adicionais, como seguro de responsabilidade civil ambiental e seguro de vida para motoristas.

A cobertura do seguro de transporte do embarcador pode ser ampla ou restrita e conter serviços adicionais, conforme as necessidades do cliente.

  • todas as situações presentes nas categorias B e C (veja a seguir);
  • avarias e despesas de recuperação da carga; 
  • despesas com o transporte da carga para o local correto de entrega, quando houver erro no percurso; 
  • reembolso de gastos com descarga e armazenamento necessário.
  • todas as circunstâncias citadas na categoria C (veja a seguir);
  • entrada de água no veículo, na embarcação, no local de armazenamento ou no container;
  • terremoto e erupção vulcânica;
  • inundação e transbordamentos durante viagem terrestre;
  • quedas de objetos sobre o veículo e desmoronamentos durante viagem terrestre.
  • incêndio, raio e explosão;
  • capotagem, tombamento, colisão e descarrilamento (veículos terrestres);
  • carga lançada ao mar;
  • perda total ocasionada por arrebatamento marítimo;
  • perda total durante operações de carga e descarga marítima; 
  • colisão da embarcação com objetos externos;
  • encalhe ou naufrágio da embarcação.

De acordo com as Condições Gerais do Seguro de Carga determinadas pela Superintendência de Seguros Privados (SUSEP), a cobertura é limitada ao prazo de 60 dias, contados a partir de 72 horas após a chegada da carga ao local de destino. No entanto, poderá ser estendida, caso haja contratação de cobertura adicional de prorrogação de prazo de duração dos riscos.

O Seguro de Carga de Transporte Nacional é um seguro de carga obrigatório para os embarcadores. Nesse caso, a apólice protege o segurado contra danos ocorridos durante o transporte de bens ou mercadorias por via terrestre, aérea ou marítima em todo o território nacional.

A sigla RCTR C refere-se ao Seguro de Carga de  Responsabilidade Civil do Transportador Rodoviário, que também costuma ser chamado de RC ou Seguro Acidentes. Trata-se de um tipo de seguro de carga que garante indenização em caso de danos decorrentes de acidentes nas estradas nacionais. Em função de sua obrigatoriedade e da importância do modal rodoviário no país, esse seguro é considerado, ao lado do Seguro de Transporte Nacional, o principal da categoria.

O Seguro de Carga de Responsabilidade Civil Facultativa do Transportador Rodoviário é mais conhecido pela sigla RCF DC e também chamado de Seguro contra Roubo de Carga. Trata-se de um seguro de transporte que indeniza o transportador em casos de perda total ou parcial, decorrente de situações de furto, estelionato, extorsão e apropriação indevida. Embora não seja obrigatório, o RCF DC é um seguro de carga muito importante em razão dos altos índices de criminalidade nas estradas brasileiras.

O valor do prêmio do seguro de carga internacional é um percentual do valor da carga, definido a partir da análise de uma série de critérios estabelecidos pela seguradora. Nesse cálculo, costumam ser considerados fatores como origem e destino da viagem, modalidade de transporte, valor e natureza da mercadoria etc. Logo, não existe uma tabela única e esse custo deverá ser cotado com uma corretora de seguros.

A sigla DDR refere-se à Dispensa do Direito de Regresso. Trata-se de um documento emitido pela seguradora de carga do embarcador. Nele, serão descritos os riscos dispensados e as regras de gerenciamento de risco que devem ser cumpridas. A carta DDR também isenta o transportador dos custos de prejuízos em casos de roubo, desde que este esteja, é claro, cumprindo as normas acordadas.

A taxa Ad Valorem é um componente do valor do frete que representa o custo do seguro de carga. Trata-se de um percentual calculado sobre o preço da mercadoria descrito na nota fiscal e adicionado ao custo do frete.

O GRIS, por outro lado, é uma taxa incorporada no valor do frete que representa especificamente os custos de gerenciamento de risco de transporte de carga. O seu custo também é baseado em uma porcentagem sobre o valor da nota fiscal e costuma ser incluído na taxa Ad Valorem.

Seguradoras de carga são empresas que assumem os riscos e garantem a indenização do segurado por prejuízos ocorridos durante o transporte de bens ou mercadorias. Mas, para atuar como tal, as companhias devem ter autorização da Superintendência de Seguros Privados (SUSEP). As principais seguradoras do mercado brasileiro que a Mutuus opera para esse serviço são:

  • Chubb Seguros;
  • Seguros Sura;
  • Tokio Marine Seguros;
  • Porto Seguro;
  • Liberty Seguros;
Também existem outras seguradoras de carga no mercado nacional:

  • AIG Seguros;
  • Allianz Seguros;
  • Argo Seguros;
  • Austral Seguradora;
  • AXA Seguros;
  • Berkley Seguros;
  • Bradesco Seguros;
  • Chubb Seguros;
  • Ezze Seguros;
  • Fairfax Seguros
  • Fator Seguradora
  • Generali Seguros
  • HDI Seguros
  • Mapfre Seguros
  • Sura Seguros
  • Swiss Re seguros
  • Tokio Marine Seguradora
  • Zurich Seguros

Além de não cobrir os itens não constantes na cobertura contratada, o seguro de carga não cobre perdas, danos e despesas consequentes direta ou indiretamente de:

  • má conduta intencional do segurado;
  • falta total, parcial ou obtenção de mão de obra de qualquer natureza que seja resultante de greve, “lock-out”, distúrbio trabalhista, tumulto ou comoção civil;
  • qualquer reclamação com base na perda ou frustração da viagem ou aventura; 
  • guerra, guerra civil, revolução, rebelião, insurreição ou comoção civil resultantes das mesmas;
  • atos de hostilidade de — ou contra — uma potência beligerante.
  • Seguro Transporte Terrestre
  • Seguro Transporte Marítimo
  • Seguro Transporte Internacional
  • Seguro Transporte Aéreo
  • Seguro Transporte RCTR C e RCF DC
  • Seguro Transporte Rodoviário
  • Seguro Importação
  • Seguro Exportação
  • Seguro de Carga Avulso
  • Seguro de Carga para Transportadoras
  • Seguro Transporte de Combustível
  • Seguro Transporte de Maquinário
  • Seguro Transporte de Carnes
  • Seguro Transporte Equipamentos
  • Seguro de Carga Pesadas
  • Seguro de Carga Congelada
  • Seguro de Carga Frigorificada
  • Seguro Transporte de Grãos
  • Seguro Transporte de Medicamentos
  • Básicas amplas
    • Cobertura seguro de carga básica ampla A
    • Cobertura seguro de carga básica ampla para madeiras (carga não acondicionada no convés)
    • Cobertura seguro de carga básica ampla para embarques a granel (aquaviários e terrestres)
    • Cobertura seguro de carga básica ampla para batata e outros bulbos-raízes
    • Cobertura seguro de carga básica ampla para seguros de transportes aéreos de aves vivas
    • Cobertura seguro de carga básica ampla para animais vivos (exceto embarques aéreos de aves vivas)
    • Cobertura seguro de carga básica ampla para bovinos, incluindo reprodução
    • Cobertura seguro de carga básica ampla para mercadorias/ bens congelados
    • Cobertura seguro de carga básica ampla para embarques de mercadorias/bens acondicionados em ambientes refrigerados
  • Básicas
    • Cobertura seguro de carga básica para seguros de transportes de títulos em malotes
    • Cobertura seguro de carga básica para seguros de mostruários sob a responsabilidade de viajantes comerciais
    • Cobertura seguro de carga básica para seguros de mercadorias conduzidas por portadores
    • Cobertura seguro de carga básica para seguros de bagagem
    • Cobertura seguro de carga básica para seguros de operações isoladas
  • Básicas restritas do seguro de carga
    • Cobertura seguro de carga básica restrita B
    • Cobertura seguro de carga básica restrita C
    • Cobertura seguro de carga básica restrita para juta
    • Cobertura seguro de carga básica restrita para borracha natural (excluindo látex líquido)
    • Cobertura seguro de carga básica restrita para madeiras (carga no convés)
    • Cobertura seguro de carga básica restrita para carvão (embarques aquaviários e terrestres)
    • Cobertura seguro de carga básica restrita para transporte de óleo (petróleo) a granel (embarques aquaviários e terrestres)
    • Cobertura seguro de carga básica restrita para mercadorias/bens congelados
    • Cobertura seguro de carga básica restrita para embarques de mercadorias e/ou bens acondicionados em ambientes refrigerados
  • Adicionais do seguro de carga
    • Seguro de carga para riscos de quebra (somente com a cobertura básica ampla A)
    • Seguro de carga para extravio (somente com a cobertura básica restrita B)
    • Seguro de carga para roubo (somente com a cobertura básica restrita B)
    • Seguro de carga para mercadorias transportadas em veículos do segurado
    • Seguro de carga para destruição
    • Seguro de carga para benefícios internos
    • Seguro de carga para extensão de cobertura e abertura de volumes
    • Seguro de carga para prorrogação de prazo de duração dos riscos
    • Seguro de carga para riscos de guerra para embarques aquaviários e aéreos
    • Seguro de carga para riscos de greves
    • Seguro de carga para transbordo e desvio de rota
    • Seguro de carga para classificação de navios em viagens internacionais
    • Seguro de carga para embarques em navios com denominação a avisar em viagens nacionais
    • Seguro de carga para embarques aéreos sem valor declarado
    • Seguro de carga para mercadorias em devolução ou redespachadas
    • Seguro de carga para lucros esperados
    • Seguro de carga para tributos (mercadorias exportadas)
    • Seguro de carga para tributos (mercadorias importadas)
    • Seguro de carga para despesas
    • Seguro de carga para frete e/ou de seguro
  • Cláusulas específicas do seguro de carga
    • Dispensa do direito de regresso
    • Beneficiário
    • Estipulação de seguro de transportes
    • Mercadorias transportadas em contêineres “padrão ISO”
    • Quebra (falta) em mercadorias a granel
    • Aparelhos, máquinas e equipamentos
    • Participação obrigatória/franquia para os seguros de operações isoladas e transportes terrestres nacionais
    • Franquia para os seguros de transportes internacionais e nacionais (exceto operações isoladas e transportes terrestres nacionais)
    • Averbações simplificadas para os seguros de transportes nacionais e para os seguros de exportação
    • Averbações para os seguros de transportes de exportação e transportes nacionais
    • Averbação provisória única para os seguros de transportes de importação
    • Averbações simplificadas para os seguros de transportes de importação
    • Averbações para os seguros de transportes de importação
    • Embarques efetuados no convés dos navios
    • Seguros de importação de chapas galvanizadas e/ou folhas de ferro zincadas (folha de flandres)
    • Embarques aéreos sem valor declarado
    • Bens usados

Abalroamento: no seguro de carga RCTR-C, é o choque do veículo transportador com outro veículo.

Aceitação: aprovação da proposta de seguro de carga apresentada pelo Segurado e a emissão da competente apólice.

Acúmulo: no seguro de carga RCTR-C, corresponde ao valor total das mercadorias e/ou bens armazenados nos locais previstos no contrato de seguro, sendo este termo utilizado pelo Mercado, em conjugação com o Limite Máximo de Garantia.

Ação Regressiva: direito ao ressarcimento pela Seguradora contra o autor do dano.

Agravação do Risco: circunstâncias que aumentam a intensidade ou a probabilidade da ocorrência do risco assumido pela Seguradora de carga.

Apólice: instrumento do contrato de seguro de carga que contém as Condições Gerais, Coberturas Adicionais e Cláusulas Específicas que o regem, assim como as informações sobre o objeto ou bem Segurado.

Arresto: apreensão judicial da coisa sobre que se litiga ou de bens suficientes para garantir a solução da dívida.

Ato ilícito: ação ou omissão, dolosa ou culposa, negligência, imperícia ou imprudência que viole direito alheio ou cause prejuízo a outrem.

Avaliação: na contratação do seguro de carga, é a determinação do valor do objeto a segurar. Na liquidação dos sinistros, é a determinação dos prejuízos causados pelo risco coberto.

Aviso de Sinistro: trata-se de uma das obrigações do Segurado, que deve comunicar, à Seguradora de carga, a ocorrência de qualquer sinistro, assim que dele tenha conhecimento.

Beneficiário: pessoa física ou jurídica a favor do qual é devida a indenização em caso de sinistro. O beneficiário pode ser certo (determinado) quando constituído nominalmente na apólice; incerto (indeterminado) quando desconhecido na formação do contrato, como é o caso dos beneficiários dos seguros à ordem ou nos seguros de responsabilidade.

Bens: são todas as coisas, direitos e ações que podem ser objeto de propriedade.

Cancelamento: dissolução antecipada do contrato de seguro de carga, em sua totalidade, por perda de direito do Segurado ou determinação legal, ou parcialmente, em relação a uma determinada cobertura, no caso de reembolso correspondente ao Limite Máximo de Garantia da mesma. O cancelamento do seguro por acordo das partes denomina-se “Rescisão”.

“Caput”: palavra originária do Latim, significando “cabeça”, muito utilizada em contratos ou documentos legais, para fazer referência ao texto principal ou inicial de um artigo ou cláusula.

Caso Fortuito: acontecimento imprevisto e independente da vontade humana, cujos efeitos não são possíveis evitar ou impedir. Exemplos: tempestade, furacão, inundação, queda de raio, outros fenômenos da natureza.

Causa: no seguro de carga, é o antecedente indispensável de qualquer acidente ou sinistro.

“Causa Mortis”: expressão latina que significa “a causa da morte”.

Cláusula Específica: cláusula suplementar, adicionada ao contrato, modificando a cobertura, mas sem gerar prêmio adicional.

Cobertura: designação genérica dos riscos assumidos pela Seguradora de carga.

Cobertura Adicional: corresponde à cobertura de outros riscos, que não são cobertos automaticamente pela cobertura básica, e contra os quais o Segurado opcionalmente pode se garantir, mediante o pagamento de prêmio adicional.

Cobertura Básica: corresponde aos riscos básicos contra os quais é automaticamente oferecida a cobertura do ramo de seguro de transporte

Colisão: embate sofrido ou provocado pelo veículo transportador com outro veículo ou objeto.

Comissário de Avarias: profissional indicado para realizar os trabalhos de apuração da causa, natureza e extensão das avarias.

Condições Gerais: conjunto de cláusulas contratuais que estabelecem obrigações e direitos do Segurado e da Seguradora de carga.

Conhecimento de Embarque/Conhecimento de Transporte: documento numerado sequencialmente, emitido pelo transportador na data de carregamento ou de início da viagem, contendo informações sobre os bens ou mercadorias transportadas, tais como origem, procedência e destino, quantidade e espécie dos volumes, números dos documentos fiscais e respectivos valores, etc.

Conhecimento Rodoviário/Conhecimento de Transporte Rodoviário (CTe): Conhecimento de embarque relativo ao transporte rodoviário.

Contêiner: recipiente ou caixa, normalmente fechado e de metal, munido de fechaduras de segurança, utilizado no transporte de mercadorias.

Corretor de Seguro: profissional habilitado e autorizado a angariar e promover contratos de seguro de carga, remunerado mediante comissões estabelecidas nas tarifas.

Dano: no seguro, é o prejuízo sofrido pelo Segurado, indenizável ou não, de acordo com as condições do contrato de seguro.

Dano Estético: no seguro de carga RCTR-C, é todo e qualquer dano físico/corporal causado a pessoas que, embora não acarretando sequelas que interfiram no funcionamento do organismo, impliquem redução ou eliminação dos padrões de beleza ou estética.

Dano Material: no seguro de carga RCTR-C utiliza-se este termo em relação aos estragos, deterioração, inutilização ou destruição causados aos bens ou mercadorias de terceiros, entregues ao Segurado para transporte. Os danos podem ser indenizáveis ou não, de acordo com as condições do contrato de seguro.

Dano Moral: lesão, praticada por outrem, ao patrimônio psíquico ou à dignidade da pessoa, ou, mais amplamente, aos direitos da personalidade, causando sofrimento psíquico, constrangimento, ou qualquer tipo de desconforto, independente da ocorrência simultânea de danos materiais ou corporais. Para as pessoas jurídicas, são as perdas financeiras indiretas, não contabilizáveis, decorrentes de ofensa ao seu nome ou à sua imagem e ou marca, independente da ocorrência simultânea de outros danos.

Dolo: má-fé; qualquer ato consciente por meio do qual alguém induz, mantém ou confirma outrem em erro; vontade conscientemente dirigida com a finalidade de obter um resultado criminoso.

Endosso: documento, emitido pela Seguradora, por intermédio do qual são alterados dados e condições de uma apólice de seguro de carga, de comum acordo com o Segurado.

Estipulante: pessoa física ou jurídica que contrata seguro por conta de terceiros. Pode, eventualmente, assumir a condição de beneficiário, equiparar-se ao Segurado nos seguros obrigatórios ou de mandatário do Segurado nos seguros facultativos.

Franquia: valor ou percentual definido na apólice referente à responsabilidade do Segurado nos prejuízos indenizáveis decorrentes de sinistros cobertos.

Força Maior: acontecimento inevitável e irresistível, ou seja, evento que poderia ser previsto, porém não controlado ou evitado.

Importância Segurada (IS): valor integral dos bens ou mercadorias declarados nos documentos relativos a cada embarque, observado o Limite Máximo de Garantia por veículo/acúmulo fixado na apólice de seguro de carga

Indenização: no seguro de carga RCTR-C é, primariamente, o pagamento, efetuado pela Seguradora diretamente ao terceiro prejudicado, proprietário dos bens ou mercadorias, das reparações a ele devidas, pelo Segurado, desde que cobertas pela apólice e, secundariamente, o reembolso, ao Segurado, das despesas de socorro e salvamento realizadas para evitar o sinistro e minimizar os danos.

Limite Máximo de Garantia (LMG) por veículo/ acúmulo: quantia máxima, fixada na apólice, que a Seguradora assumirá, em cada viagem de um mesmo meio transportador ou por acumulação de bens e/ou mercadorias em locais previstos no contrato de seguro. Vide “Acúmulo”.

Liquidação de Sinistros: processo de apuração dos prejuízos sofridos pelo Segurado e tem por finalidade fixar a responsabilidade da Seguradora de carga e as bases das indenizações.

Liquidador ou regulador: técnico indicado pela Seguradora de carga para proceder à liquidação dos sinistros.

“Lockout”: paralisação dos serviços ou atividades de uma empresa ou empresas de atividades afins, por determinação de seus administradores ou do sindicato patronal respectivo.

Lucros Cessantes: lucros que deixam de ser auferidos devido à paralisação de atividades e do movimento de negócios do terceiro prejudicado.

Má Arrumação/Má Estiva da carga: arrumação inadequada da carga segurada no veículo transportador.

Mau Acondicionamento: má acomodação da carga dentro da respectiva embalagem.

Negligência: omissão, descuido ou desleixo no cumprimento de encargo ou obrigação. No seguro, considerada especialmente na prevenção do risco ou minoração dos prejuízos.

Objeto do Seguro: designação genérica de qualquer interesse Segurado, seja coisa, pessoa, bem, responsabilidade, obrigação, direito ou garantia.

Ocorrência: no seguro, é qualquer caso ou acontecimento que altera ou agrava o risco e deve ser comunicado à Seguradora.

Prejuízo: qualquer dano ou perda que reduz, na quantidade ou qualidade, o valor dos bens. Aplicado em apólices que cubram responsabilidade, este termo significa pagamentos feitos em nome do Segurado.

Prêmio: importância paga pelo Segurado, ou estipulante proponente, à Seguradora, em troca da transferência, para esta, do risco a que aquele está exposto.

Preposto: é aquele que, no contrato de preposição, se obriga a cumprir uma obrigação ou a prestar serviço, sob as ordens do proponente, que remunera os seus serviços.

Prescrição: no seguro, é a perda do direito para reclamar as obrigações previstas nos contratos, em razão da inércia do seu titular e do decurso dos prazos fixados em lei.

Proponente: é a pessoa, física ou jurídica, que pretende fazer o seguro, preenchendo e assinando uma proposta.

Proposta: documento preenchido e assinado pelo proponente, na contratação do seguro de carga, no qual são relacionados os dados que devem constar na apólice e as informações, verdadeiras e completas, sobre os riscos a serem cobertos

Reclamação: no caso do seguro de carga RCTR-C, é a apresentação, à Seguradora, pelo Segurado, de pedido de indenização efetuado por terceiro pretensamente prejudicado, possivelmente sob a forma de uma notificação judicial, pedido este que o Segurado fará acompanhar de todas as informações e documentos relativos ao evento. O pedido de indenização pode ser apresentado diretamente à Seguradora pelo terceiro pretensamente prejudicado proprietário dos bens ou mercadorias.

Regulação e Liquidação de Sinistros: processo de apuração dos prejuízos sofridos pelo Segurado e que tem por finalidade fixar a responsabilidade da Seguradora e as bases das indenizações.

Rescisão: dissolução antecipada do contrato de seguro por acordo das partes. Quando não há acordo, vide o termo “Cancelamento”.

Risco: evento incerto, em data incerta que independe da vontade das partes contratantes e contra o qual é feito o seguro. É a expectativa de sinistro.

Risco Agravado: é aquele que, em virtude de qualquer deficiência ou característica intrínseca, apresenta maiores probabilidades de sinistro.

Risco Coberto: evento aleatório, previsto no contrato de seguro, cuja ocorrência acarreta prejuízo de ordem econômica para o Segurado.

Riscos Excluídos ou Não Cobertos: são os riscos que o contrato retira da responsabilidade da Seguradora. Os riscos excluídos podem ser genéricos, quando enumerados nas Condições Gerais, e específicos, quando constam nas Condições Especiais.

Rodovia: via terrestre não proibida ao trânsito de veículos automotores pelas autoridades competentes.

Roubo: no seguro de carga RCTR-C, é a subtração da coisa móvel alheia, para si ou para outrem, mediante grave ameaça ou violência à pessoa, ou depois de tê-la, por qualquer meio, reduzido à impossibilidade de resistência.

Salvados: são os objetos (mercadorias e/ou bens Segurados) que se consegue resgatar de um sinistro e que ainda possuem valor econômico. Assim são considerados tanto os bens que tenham ficado em perfeito estado como os que estejam parcialmente danificados pelos efeitos do sinistro, pertencentes à Seguradora, mediante indenização paga ao Segurado ou Embarcador, e que podem ser vendidos para minimizar os valores pagos.

Segurado: pessoa física ou jurídica que, tendo interesse segurável, contrata o seguro em seu benefício pessoal ou de terceiro.

Seguradora: empresa autorizada pela SUSEP a funcionar no Brasil e que, recebendo o prêmio, assume os riscos descritos no contrato de seguro.

Seguro: contrato mediante o qual uma pessoa denominada Seguradora, se obriga, mediante o recebimento de um prêmio, a indenizar outra pessoa, denominada Segurado, do prejuízo resultante de riscos futuros, previstos no contrato.

Seguro de Responsabilidade Civil do Transportador Rodoviário – Carga (RCTR-C): contrato mediante o qual uma pessoa jurídica, denominada Seguradora, se obriga, mediante o recebimento de um prêmio, a indenizar o terceiro prejudicado, proprietário dos bens ou mercadorias danificadas durante transporte efetuado por outra pessoa física ou jurídica, denominada Segurado, danos estes resultantes de riscos futuros e incertos, previstos no contrato. Prevê o contrato, também, reembolsar o Segurado das despesas de socorro e salvamento, por ele efetuadas, visando evitar o sinistro e minimizar os danos, limitado o montante da indenização e do reembolso ao valor da Importância Segurada do embarque.

Sinistro: ocorrência do risco coberto, durante o período de vigência do contrato de seguro(apólice).

Sub-rogação: direito que a lei confere à Seguradora, que pagou a indenização ao terceiro prejudicado, proprietário dos bens ou mercadorias, e, possivelmente, o reembolso de despesas ao Segurado, de assumir os direitos deste contra terceiros, responsáveis pelos prejuízos.

Taxa: elemento necessário a fixação do prêmio.

Transbordo: transferência da carga de um meio de transporte para outro.

Transportador Rodoviário: é todo aquele registrado no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Carga (RNTRC), da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Valor Econômico: capacidade de um bem de ser trocado por outros bens ou por dinheiro.

Vício Próprio: diz-se de uma propriedade intrínseca de certos objetos, a qual age no sentido de provocar a destruição ou avaria dos mesmos, sem a concorrência de qualquer causa exterior.

Vistoria de Sinistro: inspeção efetuada por peritos habilitados, após o sinistro, de modo a verificar e estabelecer os danos ou prejuízos sofridos pelo objeto Segurado

Scroll to Top