Conteúdo verificado

Seguro frota: conheça e saiba como proteger seus veículos

O Seguro Frota é destinado a todo empresário que opera com frota de veículos, sejam estes carros ou caminhões. Independente do tamanho da frota, sabemos os desafios e a dor de cabeça que é gerir tantos ativos que estão basicamente na mão de terceiros – seus colaboradores, e que nem sempre apresentam a prudência e cuidado que deveriam.

Acidentes, colisões e diversos problemas técnicos causam os mais diferentes tipos de danos aos veículos da frota, especialmente por conta da situação das rodovias brasileiras. O seguro frota, portanto, serve justamente para lhe ajudar, auxiliando a equilibrar possíveis prejuízos ou custos na ocorrência de sinistros. 

Não apenas isso, mas o seguro frota vai além da proteção dos bens da sua empresa, protege ainda seus colaboradores e eventuais terceiros. Por isso, entender o seguro frota, como funciona, quais são as modalidades, o que cobre e o que não cobre é fundamental.

Sem mais delongas, preparamos esse artigo para você entender tudo sobre o assunto e garantir tranquilidade na gestão da frota dos veículos da sua empresa. Você saberá inclusive quais as melhores empresas do país para procurar na hora de contratar esse tipo de seguro. Boa leitura!

O que é um seguro frota?

O seguro frota é uma modalidade de seguro que oferece garantia de cobertura para dois ou mais veículos registrados sob um mesmo CNPJ. Protege desta forma os veículos da sua empresa contra vários riscos que envolvem a prestação de serviço e execução da atividade profissional.

Essa modalidade de seguro permite que você centralize todos os veículos da sua frota sob uma única apólice, possuindo assim uma série de serviços complementares. A contratação do seguro é indicada a partir do momento da compra do veículo. Assim, você evita correr qualquer tipo de risco desnecessário. 

 O seguro frota é ainda exclusivo aos riscos relacionados ao veículo de transporte e eventualidades causada por ele ao próprio motorista, passageiros e terceiros, não incluindo seguro da carga transportada, nos casos onde há. Neste caso, o seguro de cargas é o responsável pela cobertura dos riscos relacionados aos bens e mercadorias.

A oferta varia de acordo com cada seguradora e cada apólice, por isso, é importante estudar as opções, entender qual é a realidade da sua empresa no momento em que você está buscando essa opção de seguro. Vale lembrar que muitas seguradoras oferecem esse serviço, mas algumas delas são especializadas no segmento.

Como funciona o seguro frota?

O seguro frota funciona de maneira similar ao seguro de carro ou veículo particular. Nessa modalidade o seguro oferece uma única apólice, as mesmas coberturas e serviços, além das assistências 24h presente em um seguro convencional individual. 

A contratação desse tipo de serviço depende de informar as características dos veículos, a rotina de uso e, ainda, esclarecer algumas informações sobre os motoristas. De forma geral, quando falamos em uma única apólice que contempla vários veículos, o custo por veículo acaba ficando menor, o que é viável economicamente para sua empresa.

Para realizar uma contratação personalizada e que atenda aos riscos que você estará exposto, existem algumas informações específicas que podem e devem ser oferecidas. Veja algumas delas:

  • Sobre o transporte: esclarecer se o uso é próprio ou é para terceiros, e qual a região de maior frequência utilizada pelos veículos;
  • Sobre o veículo: qual o tipo de carroceria – nos casos que há – e se existem equipamentos extras instalados; e
  • Sobre a carga: esclarecer se é carga leve ou pesada e os tipos transportados com maior frequência. 

A partir do acesso a essas informações, sua empresa conseguirá negociar melhores condições de seguro frota para todos os veículos da empresa e conseguir descontos e facilidades. Não precisará ainda especificar o perfil de cada um dos condutores e nem ter o custo do seguro variando por conta dos perfil destes motoristas.

Vale ressaltar, por fim, que nem toda atividade será aceita pelas seguradoras, por isso, é importante a correta identificação do serviço da sua empresa no momento da contratação, a fim de garantir que você não seja surpreendido negativamente no momento da ocorrência de algum sinistro. 

Quais as modalidades de seguro frota?

As principais modalidades do seguro frota são:

  • Valor de mercado; e
  • Valor determinado.

Basicamente o que diferencia ambas é a forma como é feito o pagamento do seguro. Entenda mais sobre cada uma das modalidades:

Valor de Mercado

A modalidade valor de mercado garante ao segurado, no caso de indenização integral, o pagamento de quantia variável, em moeda corrente nacional e determinada de acordo com a tabela de referência indicada na proposta do seguro, conjugada com fator de ajuste, em percentual, a ser aplicado sobre o valor da cotação do veículo, na data da liquidação do sinistro.

A aplicação do fator de ajuste poderá resultar em valor inferior ou superior àquele cotado na tabela de referência pré estabelecida na proposta, de acordo com as características do veículo e seu estado de conservação.

Valor Determinado

Na modalidade de valor determinado, a garantia da indenização se dá pelo montante estipulado na apólice, em caso de sinistro de indenização integral do veículo segurado. 

visto que o seguro é contratado à risco absoluto, a seguradora, em caso de sinistro coberto, responde pelos prejuízos apurados, até o limite máximo de indenização previsto na apólice.

O que cobre um seguro frota?

Bem como os demais produtos oferecidos pelas seguradoras, o seguro frota parte de uma cobertura básica oferecida praticamente por todas as seguradoras e possui ainda suas coberturas adicionais, bem como exclusões – o que não cobre. 

Confira as coberturas básicas mais usuais no caso do seguro frota:

Coberturas Básicas

As coberturas básicas do seguro frota vão cobrir basicamente os seguintes riscos:

  • Danos materiais ao veículo causados por colisão;
  • Danos por incêndio e explosão;
  • Danos por roubo ou furto;
  • Assistência 24h para danos causados por eventos adversos.

Dependendo da seguradora é possível que outras coberturas estejam incluídas. Além disso, a cobertura mais básica possível, geralmente não cobre danos parciais, ou seja, aqueles prejuízos causados em batidas menores, que causam amassados e arranhões.

seguro empresarial da Mutuus Seguros

Basicamente, o seguro de frota básico é um atenuante e em um uma frota de veículos pequena pode até ajudar, porém, em frotas maiores os riscos também têm uma maior extensão. Sendo necessário assim, contratar coberturas adicionais.

Confira na sequência os tipos de coberturas adicionais existentes. 

Coberturas Adicionais

Praticamente todas as seguradoras possuem serviços com cobertura adicional e serviços que vão além da cobertura básica. Servem justamente para diminuir os riscos e oferecer maior comodidade aos profissionais da sua empresa enquanto estiverem utilizando os veículos. 

É muito comum, por exemplo, a empresa prestar serviço em cidades próximas da sede da empresa, fazendo com que os colaboradores precisem pegar a rodovia diariamente. Nestes casos é imprescindível possuir coberturas mais completas e com mais serviços, podendo muitas vezes contar até com sistema de rastreamento.

Confira na sequência algumas da opções de coberturas adicionais existentes no seguro de frota: 

  • Carro reserva, para não precisar paralisar os serviços da empresa;
  • Assistências gerais como guincho, troca de pneu e até motorista substituto caso o condutor não possa concluir a viagem;
  • Acessórios: garante a proteção para itens como CD players, kit multimídia, que podem ser danificados durante alguma situação no transporte;
  • Extensão de perímetro, garantindo o atendimento no caso de um sinistro em alguns países vizinhos, como por exemplo, Argentina, Paraguai e Uruguai;
  • Troca e/ou substituição de vidros, retrovisores, lanternas e faróis, ajudando a evitar multas ou penalidade em caso de quebras ou trincas dessas superfícies;
  •  Veículos rebocados, cobrindo danos corporais ou materiais causados a terceiros pelo veículo rebocado;
  • Despesas extras, garantindo o reembolso de outras pessoas – ou de despachantes – no caso de uma indenização integral;
  • Danos morais ou estéticos, garantindo a indenização de terceiros que tenham sido prejudicados em razão da eventualidade no transporte; 
  • Lucros cessantes, que são diárias pelos dias não trabalhados enquanto o veículo estiver indisponível
  • Ressarcimento em caso de acessórios roubados ou danificados no veículo;
  • Danos materiais, corporais e até causados a terceiros em um acidente;
  • Indenizações monetárias a passageiros em caso de acidente;
  • Blindagem e kit gás;
  • Cláusula beneficiária, identificando veículos alienados e garantindo a indenização à instituição financeira responsável pelo empréstimo; e
  • Outras a depender da companhia contratada.

O que não cobre um seguro frota?

Os riscos não indenizáveis variam de corretora para correta, por isso, é fundamental ficar atento às condições de cada apólice. Porém, de maneira geral não são indenizáveis as perdas e/ou danos decorrentes de:

  • Intercorrências ou complicações provenientes da realização de exames, cirurgias ou tratamento clínicos, parto ou aborto e suas consequências, quando não relacionados ao acidente coberto; 
  • Doenças que tenham qualquer causa, ainda que provocadas ou agravadas, indireta ou diretamente, pelo acidente com o veículo segurado. Excetuam-se as infecções, os estados septicêmicos e as embolias resultantes de ferimento visível;
  • Suicídio ou tentativa de suicídio nos primeiros dois anos da vigência do contrato;
  • Morte ou invalidez permanente total ou parcial por acidente, decorrente de perturbações e intoxicações alimentares de qualquer espécie bem como  as intoxicações decorrentes da ação de produtos químicos, drogas ou medicamentos, salvo quando prescritos por médico, em decorrência de acidente coberto;
  • Perturbações mentais, salvo a alienação mental total e incurável, relacionada ao acidente coberto;
  • Atos reconhecidamente perigosos não motivados por necessidade justificada, exceto o disposto no artigo 799 do Código Civil vigente;
  • Despesas médicas do período de convalescença (após a alta médica) e as despesas de acompanhantes a qualquer tempo;
  • Acidentes que causem danos físicos aos passageiros dos veículos cuja lotação supere a admitida no contrato. Na hipótese de acidentes em circunstância de força maior, a indenização prevista na apólice para cada passageiro será multiplicada pelo número oficial de passageiros previstos no documento do veículo, em seguida, será rateada entre as pessoas transportadas no momento do acidente. Receberão a indenização não apenas os passageiros que tenham sofrido lesão corporal em razão do sinistro;
  • Danos a órteses e a próteses de caráter permanente, salvo as prescritas por ocasião do acidente. A perda de dentes e os danos estéticos não dão direito à indenização por invalidez permanente;
  • Indenizações por danos morais e estéticos que o segurado, os seus beneficiários ou os respectivos representantes legais sejam obrigadas a pagar, em razão de ação judicial, reclamação extrajudicial ou acordo amigável;
  • Lesões físicas preexistentes;
  • Paralisações, temporárias ou definitivas, das atividades profissionais do segurado ou do passageiro do veículo segurado que estiveram em tratamento médico-hospitalar ou cuja invalidez permanente (total ou parcial) tenha sido constatada, mesmo quando em consequência de qualquer risco coberto pela apólice;
  • Qualquer tipo de doença;
  • Transportes de pacientes por ambulâncias, quando as lesões não forem decorrentes do acidente de trânsito envolvendo o veículo segurado;
  • Transporte de pessoas em parte do veículo não destinada ao transporte de passageiros.

Quem pode contratar o seguro frota?

Como já vimos anteriormente, o seguro frota pode ser contratado por pessoas físicas ou jurídicas. Porém é comumente contratado por empresas, uma vez que estas são as que geralmente possuem diversos veículos em seu patrimônio. 

Por que fazer o seguro frota?

O seguro frota é uma segurança para você. A partir do momento da contratação, você passa a adquirir além da tranquilidade de saber que no caso de algum acidente, você estará protegido, como ainda possuir vantagens importantes.

Além de manter a segurança dos veículos da sua frota, você ainda ajuda a proteger a vida dos seus colaboradores, que estarão sempre na estrada. Quanto ao seu patrimônio, ainda pode oferecer bons acordos, com descontos e benefícios.

Qual o objetivo do seguro frota?

O seguro frota tem por objetivo garantir as coberturas básicas, conforme a contratação do seguro, pela qual o segurado pode optar pela modalidade de indenização que melhor lhe atender, valor de mercado ou pela modalidade de indenização por valor determinado, das quais já vimos como funciona e suas diferenças.

Quais as melhores seguradoras?

No momento da realizar a cotação do seguro frota, é importante verificar e se certificar que a seguradora está autorizada pela SUSEP a emitir apólices de seguro. Confira agora quais são as seguradoras que possui as taxas mais competitivas:

  • Bradesco Seguros;
  • Allianz Seguradora;
  • Liberty Seguros;
  • Sul América Seguros;
  • MAPFRE Seguros;
  • Suhai Seguradora;
  • Tokio Marine

Veja com seu corretor de seguro quais dessas seguradoras possui o melhor plano, a fim de atender a todas as necessidades da sua empresa e garantir a segurança que você e seu negócio merecem.

Quanto custa um seguro de frota?

O prêmio do seguro é o valor que deve ser pago pelo contratante para ser resguardado dos riscos previamente definidos na apólice, que é o contrato onde são definidas as cláusulas e coberturas contratadas. Portanto, existem diversas variáveis que interferem na hora de definir o custo do prêmio. 

Basicamente, quanto maior o risco, ou seja, a probabilidade de acontecer um acidente, mais caro será o valor do seguro. Em suma, se os veículos costumam trafegar em locais mais seguros e mais próximos à empresa, menores os riscos geralmente. 

Outro ponto importante em algumas apólices é o histórico dos caminhoneiros. Caso estes possuam histórico de imprudências, certamente o custo do seguro aumentará.

Por fim, outro critério que altera o valor do seguro é o número de coberturas incluídas, a fim de proteger o veículo. É possível garantir que, apesar de todos estes fatores que são considerados, o custo do seguro costuma ser barato. Especialmente quando comparado aos valores de perda no caso de acidentes. 

Como contratar o seguro de frota?

Após entender como funciona o seguro frota, chegou a hora de realizar a contratação do seguro em si. O primeiro passo é contratar uma corretora de seguros especialista no assunto, que esteja pronta para lhe oferecer tranquilidade e segurança.

A corretora irá lhe orientar da melhor forma possível, auxiliando você na contratação, através da modalidade mais indicada e das coberturas necessárias para as suas necessidades, bem como, as necessidades da sua empresa.

A recomendação  nesse caso é buscar por apólices que possam oferecer não só as melhores coberturas securitárias para o seu contexto, mas ainda que forneça assistência 24 horas, especialmente se sua frota costuma circular em horários fora do horário comercial ou então, por diversas cidades.

Conclusão

No caso de alguma situação inesperada acontecer com você ou com um colaborador durante o serviço, será necessário acionar a apólice do seguro frota, e por isso é importante ter ciência da abrangência da apólice contratada.

É fundamental que diante de algum evento ruim, você esteja ciente de que estará resguardado pela proteção contratada e nas localidades corretas. Ainda, é importante estar atento se as coberturas contemplam os danos causados na ocorrência. 

A partir da ocorrência de alguma coisa, o gestor da frota precisa acionar o sinistro, que pode ser feita entrando em contato com a seguradora, ou com a intermediadora – a corretora de seguros. Por isso, é muito importante contratar uma empresa séria, que conta com profissionais qualificados e prontos para lhe atender. 

Seu instrumento de trabalho precisa estar protegido de todas as eventualidades nas estradas. Portanto, não dê bobeira e permita-se ficar tranquilo e resguardado. Para realizar a contratação do seguro ou tirar qualquer dúvida, basta clicar no botão abaixo.

Esse artigo foi útil?

Ficou com alguma dúvida?

Leia mais sobre Seguro de Frota

Comentários (0)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *