Publicado em 29/03/ 2022

Seguradora agrícola: Quais companhias oferecem o seguro?

A seguradora agrícola é uma empresa que oferece um serviço indispensável para o produtor rural, pronta para auxiliá-lo com imprevistos que podem afetar sua produção. 

Mudanças na temperatura, ventos e chuvas fortes, granizo e geadas são exemplos de fenômenos que podem provocar a perda de boa parte da safra. 

Esses prejuízos não só impedem os agricultores de alcançarem seu sustento, mas também pode afetar outros colaboradores que dependem dos produtos desse cultivo. 

Por isso, contratar uma companhia especializada pode auxiliar o agricultor nesses eventos, além de trazer mais segurança para os próximos passos da produção.

Assim, vale a pena conhecer mais sobre qual o papel da seguradora agrícola no mercado, e o seu impacto para com o público produtor.

O que é o seguro agrícola?

O seguro agrícola é uma modalidade de apólice que busca oferecer coberturas para atividades do campo, bem como para as operações relacionadas.

A agricultura é uma das atividades mais importantes e lucrativas do país, e esse setor vem se modernizando cada vez mais, o que permite aumentar a produtividade e procurar soluções para reduzir as perdas. 

Nesse caso, mesmo que alguns prejuízos sejam inevitáveis, principalmente por causa de alterações ambientais inesperadas, é possível contar com uma tranquilidade a mais, oferecida por esses serviços.

A mudança brusca de temperatura, chuvas pesadas, granizo ou períodos longos de estiagem são elementos incontroláveis, mas que podem trazer consequências negativas para o agricultor.

Quando o produtor rural perde sua safra devido a alguma ação da natureza, ele perde também sua renda.

Isso dificulta o preparo da safra seguinte, uma vez que ele não lucra com a colheita dos produtos perdidos. Assim, para permitir que os produtores tenham estabilidade e garantir que eles terão recursos para produzir na próxima safra, existe o seguro agrícola

Esse é um serviço oferecido pelas seguradoras agrícolas e pelo governo federal, bem como pelos governos de alguns estados da federação. 

Usualmente, as seguradoras não comercializam apenas esse tipo de seguro, da mesma forma que não são todas as empresas do ramo que o oferecem. 

No entanto, esse mercado vem crescendo e existem seguros para diversas modalidades do setor agrícola, como:

  • Pomar;
  • Grãos;
  • Horta;
  • Máquinas agrícolas. 

Dessa forma, uma grande variedade de produtores rurais podem ser contemplados por um seguro que proteja sua safra. 

Como funciona esse seguro?

como seguro agrícola funciona

A seguradora agrícola oferece diferentes tipos de seguro, com produtos especializados na cobertura de diferentes tipos de plantação, como hortaliças, frutas e grãos. 

Dependendo da cultura que é segurada, as apólices podem cobrir diferentes sinistros, que afetam de maneira diferentes cada produto. 

Então, um agricultor, ao realizar contato com uma seguradora, provavelmente poderá contratar uma cobertura com termos específicos para o produto que ele cultiva. 

No entanto, existem eventos cobertos pelo seguro agrícola que são comuns a qualquer tipo de plantio, como:

  • Chuvas excessivas;
  • Alagamento e enchentes (imprevistas e inevitáveis);
  • Granizo;
  • Queda de raio;
  • Mudanças bruscas de temperatura;
  • Tromba d’água;
  • Ventos muito fortes e/ou muito frios;
  • Seca;
  • Geada;
  • Incêndio (não provocado).

Qualquer cultura está sujeita a esses eventos externos e, por isso, a seguradora agrícola oferece seus serviços para darem cobertura aos agricultores contra perdas decorrentes desses fatores. 

O seguro cobre, normalmente, toda a vida da planta, desde o momento do plantio e emergência até a colheita.

Por isso, as companhias costumam oferecer três tipos de seguro:

  • Custeio: o seguro cobre os custos da produção da safra perdida;
  • Produtividade: cobre, além dos custos, a expectativa a produção da safra perdida, baseada no histórico de cultivo do agricultor;
  • Receita: é o tipo menos comercializado de seguros agrícolas e assegura, além do custeio e produtividade, o preço dos produtos durante o período segurado. 

A porcentagem paga pela seguradora ao produtor é pré-determinada em contrato e vai depender do prêmio pago por ele. 

Existem, ainda, programas governamentais de subvenção, que pagam às seguradoras parte do prêmio, barateando os custos do seguro para o produtor. 

Além de seguros que cobrem as culturas, algumas seguradoras agrícolas também oferecem cobertura para avarias e sinistros que venham acontecer às máquinas utilizadas na agricultura. 

Seguradora agrícola: Quais seguradoras fazem o seguro?

O órgão responsável pela fiscalização e normatização de seguros no Brasil é a Superintendência de Seguro Privados (SUSEP).

De acordo com a instituição, existem 15 seguradoras habilitadas para atuar no Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR), que custeia parte do valor do prêmio, promovendo maior acessibilidade aos seguros agrícolas. 

No entanto, o agricultor não precisa, necessariamente, se dirigir a uma dessas instituições, uma vez que esse processo pode ser mediado por uma corretora de seguros.

Para conhecer algumas das empresas que oferecem seguros agrícolas, leia a seguir. 

BB Seguro Agrícola

O Banco do Brasil oferece seguro agrícola para pessoas físicas e jurídicas, que pode ser subvencionado pelos governos de alguns estados. 

A cobertura do BB Seguro Agrícola cobre os seguintes casos:

  • Chuvas excessivas;
  • Incêndio;
  • Queda de raio;
  • Tromba d’água;
  • Ventos fortes;
  • Ventos frios;
  • Granizo;
  • Seca;
  • Geada;
  • Variações excessivas de temperatura.

Para culturas irrigadas, no entanto, não existe cobertura do seguro do BB, no caso de situações de seca. 

Allianz Seguro Agrícola

O Allianz Agrícola é oferecido por uma das mais conhecidas seguradoras do Brasil, a fim de garantir a colheita em qualquer época do ano. 

Os segurados têm proteção todas as vezes em que, devido a ocorrência dos eventos naturais cobertos, a produção colhida for menor do que a segurada. 

A Allianz também é uma seguradora agrícola habilitada para receber subvenções dos governos, desde que o produtor não apresente qualquer inadimplência junto à União. 

São três tipos de seguro agrícola oferecidos pela Allianz: agrícola, produtividade agrícola e granizo.

A cobertura dos dois primeiros inclui:

  • Geada;
  • Chuva Excessiva;
  • Ventos Fortes;
  • Incêndio;
  • Seca;
  • Inundação;
  • Não Germinação / Não Emergência.

Já o seguro contra granizo cobre apenas, além desse tipo de precipitação, os casos de geada que venham atrapalhar a colheita.

Sompo Seguradora Agrícola

sompo seguradora agrícola

A Sompo Agrícola oferece duas modalidades de seguro para o produtor rural, o Sompo Agrícola Custeio e o Sompo Agrícola Produtividade. 

Na modalidade de custeio, o segurado recebe um valor referente aos custos da produção prejudicada devido aos eventos cobertos pela apólice. 

Já na modalidade produtividade, além dos custos, o produtor recebe valor referente à produtividade definida quando o seguro foi contratado. 

Isso acontece no caso de a produção sofrer queda devido às intempéries que fazem parte da cobertura. 

A Sompo oferece cobertura multirrisco que inclui:

  • Incêndio e/ou raio;
  • Tromba d’água;
  • Chuvas excessivas;
  • Geada;
  • Granizo;
  • Ventos fortes;
  • Variação excessiva de temperatura;
  • Seca / Estiagem;
  • Inundação;
  • Ventos frios.

Caso o segurado não deseje contratar a cobertura multirrisco, pode eleger as que lhe interessam para servir a sua realidade. 

A seguradora agrícola também oferece, caso desejado, cobertura adicional para não germinação e emergência.

Seguradora Agrícola Porto Seguro

A Porto Seguro também é uma empresa muito conhecida no mercado brasileiro e uma de suas atuações é como seguradora agrícola. 

Ela oferece diferentes tipos de seguros para produtores rurais, que se dividem em quatro modalidades:

  • Grãos: seguro multirrisco para soja e milho;
  • Pomar: proteção contra o granizo para frutas como ameixa, pêssego e uva;
  • Horta: seguro para proteger hortaliças como tomate, pimentão e cebola;
  • Máquinas agrícolas: seguro para perdas e danos físicos a máquinas utilizadas na produção.

O seguro para grãos da Porto Seguro é multirrisco e o que possui a cobertura mais abrangente, incluindo:

  • Incêndio;
  • Raio;
  • Tromba d’água;
  • Ventos fortes;
  • Ventos frios;
  • Granizo;
  • Chuva excessiva;
  • Seca;
  • Geada;
  • Variação excessiva de temperatura.

Se assim desejar, o produtor também conta com a opção de incluir um adicional de replantio à sua cobertura. 

Na apólice para pomar, a seguradora agrícola cobre apenas os danos causados pela precipitação de granizo. 

Enquanto isso, na modalidade para hortas também existe apenas proteção contra danos advindos da queda de granizo, geada e chuva excessiva. 

A cobertura mais diferenciada é a oferecida para as máquinas e equipamentos agrícolas que abrange:

  • Danos físicos ao bem;
  • Subtração do bem;
  • Quebra de vidros por alteração de temperatura;
  • Perda ou pagamento de aluguel;
  • Equipamento operando em proximidade de água;
  • Danos elétricos. 

Por que é importante contratar um seguro agrícola?

A produtividade agrícola não depende apenas da quantidade e qualidade do trabalho, ou do empenho dos agricultores. 

Essa é uma atividade de extrema importância, não apenas para a economia dos produtores, mas para todo o país. 

No entanto, também se trata de um segmento que está exposto a danos causados por fatores ambientais e climáticos que são imprevisíveis. 

Quando ocorre a perda de boa parte, ou até de toda uma safra, o produtor pode ficar sem recursos para dar continuidade a sua cultura. 

Assim, uma maneira de evitar que isso aconteça e se afastar de empréstimos e débitos bancários é contratar um seguro agrícola. 

Contudo, é preciso avaliar as condições particulares da cultura e buscar uma seguradora agrícola que forneça a cobertura ideal para assegurar a produtividade. 

Seguradora agrícola: Considerações finais

seguradora agrícola: considerações finais

A agricultura é uma das mais importantes atividades econômicas e comerciais do Brasil, compondo grande parte dos rendimentos do país. 

Além disso, toda a população depende dos resultados dessa atividade, já que é dela que provém os insumos que permitem atividades como alimentação e locomoção. 

No entanto, por ser uma prática diretamente relacionada ao meio ambiente, ela está sempre sujeita às alterações naturais que ocorrem nessa esfera. 

Isso pode acarretar em grandes perdas de safra e quedas na produtividade, que afetam diretamente a vida dos produtores.

Para impedir que a produção não possa continuar devido a esses eventos, como períodos de seca, estiagem ou de chuvas muito forte, existem diversos incentivos governamentais. 

Entretanto, a cobertura do governo é reduzida. Por isso, a busca por empresas privadas, com uma seguradora agrícola, que oferece proteção às culturas, vem crescendo. 

Existem muitas companhias habilitadas para receberem subvenções governamentais, que diminuem o valor do prêmio a ser pago pelos agricultores. 

Isso torna o seguro agrícola ainda mais acessível para produtores de diversos tamanhos, que podem proteger mais as suas culturas. 

Você, produtor rural, que não possui ainda sua produção assegurada contra eventos ambientais, entre em contato com Mutuus Seguros e faça a cotação para a sua cultura!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tags

Compartilhe este conteúdo
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

Posts Relacionados

Você já ouviu falar da Zurich Seguros? Essa empresa é uma das maiores e mais respeitadas do mercado de seguros no mundo. Fundada há mais de 140 anos, a Zurich tem uma história rica e interessante. Neste texto, você vai conhecer um pouco mais sobre a empresa e entender por que ela é referência...

Continue aprendendo
com os
melhores

Deixe o seu e-mail abaixo e continue atualizado com o melhor conteúdo da área​