Publicado em 29/06/ 2022

Entenda a importância do certificado digital para CTe, como ele funciona e qual modelo escolher entre o A1 e A3!

Toda transportadora que deseja realizar a emissão do Conhecimento de Transporte Eletrônico precisa ter o certificado digital para CTe. Mas esse assunto ainda é um pouco distante da rotina de algumas delas e, na hora da ação, é comum que surjam diversas dúvidas.

Neste conteúdo, reunimos várias informações sobre o certificado digital para CTe para ajudar você a emitir corretamente o CTe aí na sua transportadora. Saiba para que serve o certificado, entenda sua obrigatoriedade e qual modelo escolher entre o certificado digital A1 e A3.

Confira!

Leia também:

O que é um certificado digital?

O que é um certificado digital?

No meio eletrônico, o certificado digital é a identidade de sua empresa de transporte. De forma mais ampla, ele garante a autenticidade de transações e outros acordos realizados e, portanto, a validade jurídica dessas atividades. Ao mesmo tempo, junto à certificação, é gerada a assinatura digital, que também possui esse valor perante à justiça. Outra ferramenta que auxilia na segurança dos processos online é um software de gestão de documentos e contratos.

E o certificado digital para CTe nos transportes?

No caso do certificado digital para CTE, trata-se de um certificado comum como os demais. No entanto, no caso dele, é usado para a emissão de documentos fiscais eletrônicos comuns ao setor de transportes, como o CTe e o MDFe.

Ele é obrigatório?

Sim, o certificado digital para CTe é obrigatório para as empresas de transporte que desejam realizar a emissão de Conhecimento de Transporte Eletrônico. A obrigatoriedade se dá pelo valor jurídico que o certificado possui.

Qual é o objetivo do certificado digital?

Qual é o objetivo do certificado digital?

A burocracia é uma realidade sofrida por muitos, sejam pessoas físicas ou empresas. Então, precisar se deslocar para assinar documentos também é um sintoma dessa burocracia excessiva que costuma tomar conta da nossa rotina.

Conforme falamos, o certificado digital para CTe garante a autenticidade de documentos de transporte e, assim, sua validade jurídica. No entanto, ele também facilita a sua vida ao permitir que vários tipos de documentos sejam assinados digitalmente.

O melhor de tudo é que essas tarefas podem ser realizadas através da internet e com segurança. Por meio da cerificação, você e sua empresa podem:

  • Emitir Conhecimento de Transporte Eletrônico (CTe);
  • Emitir Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais (MDFe);
  • Assinar e enviar documentações online;
  • Acessar portais e serviços da administração, como serviços da SEFAZ e outros;
  • Realizar envio de declarações fiscais online;
  • Realizar transações junto às instituições financeiras;
  • Baixar arquivos XML de NFE’s e CTe’s por meio da plataforma da SEFAZ.

Quais são as vantagens da certificação digital nos transportes?

Sua empresa tem diversos benefícios com o certificado digital para transportadora:

  • Facilidade ao assinar documentos da transportadora de qualquer lugar;
  • Garantia de autenticidade e validade jurídica nas documentações;
  • Praticidade e economia, ao reduzir o volume de papel com documentos físicos;
  • Segurança, uma vez que uma assinatura digital não pode ser fraudada.

E qual modelo de certificado digital para CTe eu devo escolher?

Antes de escolher o modelo de certificado, saiba que existem dois tipos, A1 e A3, com diferenças importantes entre eles. Você vai perceber que a escolha dependerá da sua necessidade.

O modelo A1 é totalmente digital e considerado mais prático pela possibilidade de ser acessado por computadores e outros dispositivos, como celulares e tablets. Ademais, esse modelo não limita o número de aparelhos que podem acessá-lo ao mesmo tempo, portanto, costuma ser recomendado para transportadoras que tenham várias filiais.

Exemplo: Matriz no RJ e filial no PR –> o certificado da matriz carioca pode ser usado pela filial paranaense.

Já o modelo de certificado digital A3 oferece uma limitação, pois os clientes só podem emitir CTe pelo computador. Isso acontece porque esse modelo de certificação vem armazenado em um token e só pode ser acessado através de uma espécie de pendrive ou leitor especial.

A seguir, confira um quadro com as principais diferenças entre os modelos A1 e A3!

Principais diferenças entre o certificado digital A1 e A3

Certificado digital A1 Certificado digital A3
– Modelo instalado e executado diretamente no computador e dispensa token– Armazenado em formato físico, sendo token ou leitor especial
– Validade de 1 ano– Validade de 1 a 5 anos
– Acesso facilitado através de celulares e tablets– Acesso apenas pelo computador
– Uso simultâneo por várias pessoas/filiais da empresa– Uso restrito a um usuário por vez
– Uso de senha opcional– Proteção por senha ou autenticação de dois fatores
– Sem necessidade de preparar o PC para começar a operá-lo e realizar emissão de CTe e MDFe– Necessária a preparação do PC antes da primeira operação
Resumo das diferenças entre os modelos de certificado digital A1 e A3

De novo, vale dizer que o modelo de certificado digital A1 costuma ser o mais indicado por causa da facilidade e comodidade oferecida. Por ser menos flexível, o A1 talvez atenda você caso a sua empresa de transportes for pequena e não contar com um grande time operacional.

Como conseguir o certificado digital para emitir CTe?

Você poderá adquirir o certificado digital para fazer a emissão de Conhecimento de Transporte Eletrônico junto à Autoridade Certificadora, que deve ser credenciada pela Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil).

Você pode acessar este link e conferir uma lista completa com as Autoridades Certificadoras que são credenciadas pelo ICP-Brasil!

Qual é o prazo para receber o certificado digital para CTe?

O tempo depende da Autoridade Certificadora escolhida, mas costuma variar de 1 a 8 dias.

Como emitir Conhecimento de Transporte Eletrônico?

Como emitir Conhecimento de Transporte Eletrônico?

A emissão do Conhecimento de Transporte Eletrônico consiste em alguns passos:

  • Credenciamento na SEFAZ;
  • Certificado digital;
  • Autorização para emissão;
  • Software emissor de CTe.

Neste conteúdo completo, você entenderá mais sobre o CTe e conhecerá o passo a passo para emiti-lo!

Conclusão

Dá uma olhada no apanhado geral com as informações deste artigo:

  • O certificado digital é considerado a identidade de sua empresa de transporte;
  • Ele é obrigatório para a emissão de CTe e MDFe;
  • Oferece facilidade e comodidade para assinar documentos, é seguro e possui validade jurídica;
  • O certificado digital A1 é totalmente digital e pode ser acessado por diferentes dispositivos;
    • Pode ser uma boa opção se a sua empresa possuir várias filiais.
  • O certificado digital A3 é menos flexível e pode ser acessado somente pelo computador.
    • Pode ser boa opção se a sua empresa for muito pequena.

Eu vou concluir este material lembrando que, com os avanços da tecnologia, o certificado digital para CTe já deixou de se tornar uma opção para ser a nova realidade das empresas de transportes. Se você possui alguma dúvida que não foi respondida até aqui, deixe nos comentários abaixo.

E para manter a segurança dos seus transportes, já pensou em contratar o seguro de carga com uma corretora online? Você faz sua cotação e recebe as sugestões por e-mail. Clique no botão abaixo e transforme o seu jeito de contratar seguros!

Guilherme Bitencourt

Guilherme Bitencourt

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tags

Compartilhe este conteúdo
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

Posts Relacionados

Das mais de 9 milhões de empresas ativas no Brasil, dados estimam que apenas 10% delas possuem o seguro empresarial. O fato é que qualquer empresa enfrenta riscos diariamente, em especial quando está crescendo. Por isso, o seguro empresas é instrumento essencial para mitigar os prejuízos. Na prática, o gerenciamento de riscos empresarial é...

Continue aprendendo
com os
melhores

Deixe o seu e-mail abaixo e continue atualizado com o melhor conteúdo da área​