Publicado em 23/06/ 2021

Gestão financeira para transportadoras: o que é e qual a importância dessa prática?

Economize no Seguro de Carga

Você sabe o que é uma gestão financeira para transportadoras? Apesar de ser fundamental para o bom andamento do negócio, é comum que muitas empresas não organizem o setor financeiro ou minimizem essa prática. Contudo, existem diversas razões para manter uma boa gestão.

Sem um controle financeiro a transportadora pode aumentar seus custos e perder lucratividade. Ademais, outras consequências também são o endividamento, má prestação de serviços, problemas fiscais ou até mesmo a falência.

Com toda essa importância, não deixe de conferir a seguir o que é uma gestão financeira e por que fazê-la no dia a dia!

O que é uma gestão financeira?

Antes de entender a importância dessa prática, é preciso saber o que é, realmente, uma gestão financeira. Aqui, é importante dizer que não há uma definição certa para o controle financeiro, pois ele envolve diversos processos.

A gestão engloba o controle, acompanhamento e planejamento das finanças de forma geral. Logo, ela pode envolver desde o controle de gastos até a forma de definir o regime tributário.

Em uma transportadora, o objetivo é potencializar os resultados e reduzir custos, sempre à luz da legislação. Contudo, como não há uma padronização nesses procedimentos, o gerenciamento se dá de diferentes formas nas companhias. 

Assim, é preciso sempre considerar o porte, o ramo da atividade, o faturamento e os profissionais envolvidos. Cada empresa deve personalizar a sua gestão financeira. Ou seja, verificar quais são os pontos fundamentais e as áreas que merecem mais atenção. 

Por que fazer uma gestão financeira na transportadora?

Agora que você sabe o que é uma gestão financeira, é fundamental entender a sua importância para a transportadora. Ou seja, por que a empresa de transportes deve focar nesse controle e administração na hora de gerir o negócio?

Confira os motivos que devem ser considerados!

Possibilita maior planejamento

Vale dizer que a gestão financeira é uma parte da administração do negócio. É a partir dela que a transportadora conseguirá verificar todas suas operações e a saúde financeira da companhia. Com isso, pode-se identificar pontos de melhoria e fazer um planejamento de crescimento.

Além disso, é preciso entender que, sem a gestão financeira, o empresário não conseguirá tomar decisões embasadas em dados reais de sua empresa. Dessa forma, perdem-se chances de evitar custos desnecessários ou aumentar a receita da transportadora, por exemplo.

Baseia a criação de metas para o negócio

Sem saber a real situação da empresa, não é possível traçar objetivos de acordo com as capacidades da transportadora. Assim, vale a pena se organizar nesse sentido — e um dos pontos fundamentais da gestão financeira é a definição de metas. 

Permite identificar e resolver problemas

Muitas vezes, a companhia pode estar em uma situação de endividamento, com patrimônio comprometido e sem lucratividade. É comum que, com um faturamento alto, o gestor acredite que o negócio de transportes está indo bem.

Contudo, sem contabilizar todos os gastos, sejam eles operacionais ou de outras áreas, não há como saber se há lucro. Nesse sentido, mesmo com um faturamento alto, se ele não cobrir todos os custos e despesas, a empresa não se manterá saudável.

Como implementar a gestão financeira em uma transportadora?

Você já percebeu que a gestão financeira é fundamental para a sua empresa de transportes. Mas, como ela funciona, na prática, e como implementá-la? 

Essa dúvida é muito comum para quem quer montar uma pequena transportadora. Entenda alguns pontos que podem ajudar a colocar em prática esse controle — mesmo diante de um negócio já constituído.

Seguro de carga

Confira!

Registro de caixa e operações

O primeiro procedimento que a transportadora deve tomar para começar a gestão financeira é fazer um controle de caixa. Ou seja, é fundamental manter dados sobre o fluxo de caixa — que diz respeito a todas as movimentações financeiras.

A transportadora precisa saber quanto dinheiro foi recebido durante o período e quanto foi gasto. Também é importante ter dados sobre o que foi parcelado no futuro, tanto de ativos quanto de passivos.

Com esse registro é possível checar dados importantes sobre o negócio. Quais áreas trazem mais gastos e faturamento? Quanto se gastou com a operação da empresa e onde é possível economizar? Em qual setor pode haver um investimento para potencializar os ganhos?

Planejamento financeiro

A gestão financeira também envolve outra questão que você viu como indispensável para a empresa: o planejamento de finanças. Com o registro de dados, é possível ter uma visão estratégica dos resultados do negócio.

Assim, o gestor consegue definir metas e traçar planos para a destinação de recursos da transportadora. Para isso, é preciso seguir alguns passos com a finalidade de alcançar essas finalidades.

O primeiro passo é ter uma noção real da situação em que a transportadora se encontra. Aqui, a principal dica é ser realista: se o negócio vai mal e apresenta prejuízos, não adianta mascarar esse fato. Encarar a situação permitirá resolvê-la de modo mais eficiente.

Analisar o histórico do faturamento, qual foi o lucro no período avaliado e todas as despesas é imprescindível. A partir desses dados, o planejamento será mais fundamentado para dar uma destinação concreta aos recursos.

Depois, defina objetivos. Você já sabe como está a saúde financeira do negócio, então é preciso traçar metas em diferentes prazos. A transportadora pode querer, por exemplo, potencializar os lucros, quitar dívidas, expandir o mercado etc.

Por fim, formule estratégias para alcançar os objetivos definidos. É preciso que o gestor saiba como chegar a essas finalidades com os recursos que a transportadora gera. A gestão financeira permite, portanto, montar um planejamento considerando os dados levantados.

Por que utilizar um software financeiro em favor da transportadora?

Depois de entender como funciona a gestão financeira, você deve estar pensando que essa prática pode ser complexa, não é mesmo? Pensando nisso, pode fazer sentido utilizar a tecnologia em favor da sua transportadora.

Nesse aspecto, um software financeiro para automatizar a administração pode fazer sentido. O programa pode registrar as operações e realizar o fluxo de caixa, facilitando a rotina de atividades do setor financeiro. Ele também pode fazer cálculos de recebíveis e adicionar lembretes para pagamentos. 

Basta que um responsável insira os dados em campos próprios para que os relatórios sejam gerados. Ademais, há integração das informações com outros setores da empresa. Existem, ainda, softwares que sincronizam esses dados com programas importantes, como o internet banking. 

Por isso, vale a pena considerar as ferramentas disponíveis no mercado e identificar se elas fazem, de fato, sentido para sua transportadora.

Agora você já sabe o que é a gestão financeira para transportadoras e qual é a sua importância para a longevidade do negócio. Lembre-se de que essa prática é fundamental para a empresa, então vale a pena identificar maneiras de implementá-la no dia a dia.

Reduzir custos na sua transportadora é um dos objetivos da gestão financeira, não é mesmo? Então conheça o seguro de cargas da Mutuus e veja como ele pode ajudar nessa tarefa!

Tenha mais segurança com seguro de carga
Guilherme Bitencourt

Guilherme Bitencourt

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tags

Compartilhe este conteúdo
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

Posts Relacionados

Continue aprendendo
com os
melhores

Deixe o seu e-mail abaixo e continue atualizado com o melhor conteúdo da área​